Está procurando alguma editora ou artista em específico? Digita o nome na caixa de busca!

R$45,00

Descrição

Hoje mando um abraço para ti, pequenina (André Cabral Honor)

Editora: Escaleras
Acabamento: capa cartonada com orelha
Cor do miolo: preto
Formato: 13 x 19 cm
Páginas: 160
Edição:
Ano: 2020
Idioma: Português
País de Origem: Brasil
Classificação: não disponível
Categorias: literatura, romance

Hoje mando um abraço para ti, pequenina narra cenas da vida do português Jerônimo José de Melo e Castro à frente da Capitania da Paraíba entre os anos de 1764 e 1797. Provavelmente a mais longa permanência de um capitão-mor em uma mesma capitania na história do Brasil colonial, Jerônimo se destaca na documentação por um detalhe curioso: ele odiava viver na Paraíba.

O livro opta por uma narrativa não-linear, na qual o passado das personagens se entrelaça à ação dos fatos contados em cada capítulo. Fio condutor do livro, o capitão não é narrador de sua história. Esta é contada pela perspectiva de pessoas (imaginárias e reais) que cercaram o capitão: escravizados, libertos, membros da elite e religiosos fornecem ao longo do livro diferentes traços do desafortunado Jerônimo.

Contracapa:

José contemplou o fim da rua. Os últimos raios de sol se desmanchavam, lentamente, nas casas.
- É lindo, percebes? Cada vez que vejo a luz do pôr-do-sol me surpreendo com o pensamento de que a grande beleza reside com mais força nos instantes que precedem o fim. Essa luz, que domina o entardecer, sempre me arrebata com suas cores límpidas. Enquanto o sol se apaga no horizonte, a vida explode na nossa frente. Se posse possível, acompanharia a jornada do sol apenas para vê-lo deitar-se repetidas vezes. Sentaria numa relva e observaria a luz invadir os mais diversos recantos, pois até o mais inóspito dos sítios não pode deixar de desvelar sua graça ao final.