Está procurando alguma editora ou artista em específico? Digita o nome na caixa de busca!

R$49,90

Descrição

Beco do Rosário (Ana Luiza Koehler)

Editora: Veneta
Acabamento: capa cartonada
Cor do miolo: colorido
Formato: 21 x 28 cm
Páginas: 112
Edição:
Ano: 2020
Idioma: Português
Classificação: não disponível
Categorias: quadrinhos

Porto Alegre, anos 1920, uma cidade em plena febre de modernização. Vitória, uma jovem negra com grandes ambições e talento para a escrita, sonha em se tornar jornalista. Mas, para isso, precisa enfrentar os estigmas de uma sociedade racista e patriarcal. Esse é o mote de Beco do Rosário, romance gráfico de Ana Luiza Koehler, que a Veneta lança com apoio do programa Rumos Itaú Cultural.

Fruto de uma extensa pesquisa histórica, o livro retrata o conturbado processo de expansão da capital gaúcha, marcado pela desigualdade social e pelo racismo. Um processo que tinha como objetivo “europeizar” a cidade, tentando jogar seus habitantes negros para fora do campo de visão.

Vitória é moradora do Beco do Rosário, que dá nome ao livro, um espaço prestes a ser extinto para dar lugar a ruas e avenidas. Teo, seu amigo de infância, é filho de uma rica família de imigrantes e volta para Porto Alegre após se formar engenheiro no exterior, cheio de novas ideias para a capital. Já Fabrício é um jovem artista negro que não consegue ver seu talento valorizado no mercado de trabalho. É por meio das histórias e dos laços entre esses personagens que o livro retrata as mudanças na paisagem da cidade. Com belos traços aquarelados, Ana Luiza Koehler constrói uma grandiosa narrativa de época e um poderoso comentário social sobre os processos de modernização urbana da primeira metade do século XX.

Sobre a autora:

Nascida em Porto Alegre, Ana Luiza Koehler é quadrinista, ilustradora e arquiteta. Produz quadrinhos desde os 16 anos, especialmente para o mercado franco-belga, e já trabalhou com editoras como a Soleil Productions, a Fauvard e a DC Comics, além de desenvolver ilustrações científicas nas áreas de história e arqueologia.

Escrito em paralelo com seu mestrado em arquitetura sobre as mudanças urbanísticas da cidade gaúcha, Beco do Rosário teve seu primeiro volume publicado em 2015 e foi vencedor do Troféu HQ Mix na categoria de melhor publicação independente. A história agora retorna com o primeiro e segundo volume, inédito, reunidos em uma edição integral pela Veneta.

Frases:

“(…) A história da cidade, a arquitetura, os problemas sociais que a reforma causou, a liberação feminina, questões de gênero, ideologias e preconceitos, delineiam um cenário com ares antropológicos onde nossa identidade aparece naturalmente.” – Erick Azevedo, Jornal para Todos

“Traços que são, no fundo, de todos. Um ontem que é, na verdade, um século. Um trabalho que carrega, na essência, o desejo de contribuir para o entendimento de uma metrópole, de um povo.” – Heloisa Iaconis, Itaú Cultural