Está procurando alguma editora ou artista em específico? Digita o nome na caixa de busca!

R$40,00

Descrição

Aquafaba (Mayara Floss)

Editora: Escaleras
Acabamento: capa cartonada com orelha
Cor do miolo: preto
Formato: 14 x 21 cm
Páginas: 78
Edição: 
Ano: 2021
Idioma: Português
Classificação: não disponível
Categorias: literatura, poesia

Mayara Floss nasceu em Chapecó, no interior do Estado de Santa Catarina. Viajou pelo interior do Brasil e do mundo para construir pontes nos temas de saúde rural e saúde planetária. Caminha pelas bordas e fronteiras tecendo o cuidado das pessoas e da Terra. É vegana, médica de família e comunidade no Sistema Único de Saúde (SUS), e humana deste mundo. Publicou dois livros de poesia: Falta um poema (2009) e Fôlego (2012). Organizou o livro comunitário A colcha de Retalhos: Vivências da Liga de Educação em Saúde (2013). Participou do livro de memórias do Coletivo Rua Balsa das 10: Estórias da Rua que foi Balsa, Trilhas e intuições na Educação Popular em Saúde (2016). Participa do coletivo Causos Clínicos. Compôs outras obras e coletâneas tanto de contos quanto de poesias.

Orelha:

UMA SÁBIA SENHORA NA CORRENTEZA DA VIDA

Sim, é a isto que esta menina (para mim, que sou tão antiga, está ainda nos seus “verdes anos”) se dedica sem limites: a manter seu/nosso fôlego por meio da poesia e a ajudar outras pessoas a recuperar o fôlego (pela dedicação incansável como médica de família e comunidade). Porque se trata aqui de poesia, vale a pena buscar os sentidos do próprio nome dela que, atravessando mundos, revelam tão bem de quem se trata: Mayara, um nome indígena que significa uma Senhora Sábia, e Floss, nome anglo-germânico que significa fluxo, correnteza, jangada, balsa! Há muitos anos acompanho sua dedicação e sua poesia e sei: entregou-se desde muito cedo às corredeiras da vida de dedicação incansável a responder aos apelos de quem só tem mesmo a vida para lhe dar de volta, e essas vidas lhe devolvem sentido, poesia e sabedoria. Leiamos Aquafaba, que nos fará recuperar o fôlego e acreditar: há futuro para um mundo humano!

Maria Valéria Rezende