Está procurando alguma editora ou artista em específico? Digita o nome na caixa de busca!

R$89,00

Descrição

África Fantástica (Daniël Hugo)

Editora: Skript
Acabamento: capa cartonada
Cor do miolo: preto
Formato: 20 x 28 cm
Páginas: 108
Edição:
Ano: 2022
Idioma: Português
Classificação: a partir de 16 anos
Categorias: quadrinhos

ÁFRICA FANTÁSTICA é uma coletânea em formato europeu (20 x 28 cm), com arte de Daniël Hugo - um dos maiores quadrinistas da África do sul e com publicações na gigante Heavy Metal. As histórias transitam entre ficção, drama, psicodelia e até horror cósmico. A HQ reúne os seguintes quadrinhos: o ONIRONAUTA e OUTROS CONTOS (publicados em diferentes revistas sul-africanas entre 2000 e 2001), PERSPECTIVA (publicada pela primeira vez nas páginas do zine Clockworx, em 2003), FORÇAS SOMBRIAS (originalmente publicado na Velocity Graphic Anthology, em 2010), GÊNESE (publicada originalmente em 2013 nas páginas da Velocity #4) e o SUVENIR (em parceria com Moray Rhoda & Christo van Wyk, lançada em 2014 e publicada também nas páginas de Heavy Metal #273, de 2016). Tradução do pesquisador especializado em quadrinhos africanos, Marcio Rodrigues. AS HISTÓRIAS: a obra é dividida em dois capítulos. Em LEMBRANÇA, somos situados em um mundo alternativo do século XVII que incorpora a história, mitos e lendas desta região na África do Sul. Trata-se de releitura de um conto clássico do folclore do Cabo da Boa Esperança. Já em CONTOS DO ONIRONAUTA o leitor é transportado, em alguns momentos, para uma realidade lisérgica, em outros para um certo realismo fantástico, referenciando mundos de morte, fantasia, guerra e política. Tudo sem deixar de lado a crítica as questões sociais sul africanas. As cores são brilhantes e a violência não é minimizada. É impossível não fazer um paralelo aos dias atuais e a realidade, inclusive, a brasileira.

Sobre o autor:

Daniël Hugo - É um artista sul-africano de quadrinhos nascido em 1975, na cidade de Riversdale, na província do Cabo Ocidental, África do Sul. Dono de um estilo e traço permeados por diversas influências, dentre as quais se destaca o francês Moebius. Em 1993, matriculou-se no Worcester Gymnasium, onde frequentou o Hugo Naudè Art Center. Nessa época, mudou para a Cidade do Cabo para estudar Design Gráfico no Cape Technicon. Graduou-se em 1996 com um Diploma Nacional e, após isso, aceitou um contrato para trabalhar como designer gráfico de camisetas e roupas para a Fast Forward Industries, nas Ilhas Maurício. Foi nesse cenário insular que começou a encher cadernos de rascunhos, narrando ideias e sonhos extremamente vívidos. Este é também o início do ONIRONAUTA. Retornando à Cidade do Cabo em 1998, trabalhou em diferentes atividades, antes de se estabelecer como freelancer. Segundo o próprio, "Não ter um empregador permanente acabou sendo uma coisa boa. ". Nos anos seguintes trabalhou como freelancer para algumas agências de publicidade. Também fez ilustrações para publicações de editoras comerciais e universitárias, como as Maskew Miller Longman, McMillan Sa, Cambridge University Press e Oxford University Press. Durante 2001 ingressou no Igubu Comics Collective (mais tarde DKP) e dessa experiência resultou algumas histórias curtas em publicações iniciadas pelo coletivo, como Igubu Zero, Igubu Helix e Clockworx. Também publicou alguns deles em um fanzine holandês chamado Holland SF. Como membro do coletivo participou de exposições para o Comics Galore & Comics Brew de 2004 a 2006. Segundo sua biografia, "Continuo a viver, trabalhar e sonhar na Cidade do Cabo."

Escritores convidados:

Moray Rhoda - Ilustrador e editor residente na Cidade do Cabo, África do Sul. É um conhecido editor independente em seu país e também participou na formação de iniciativas como o Igubu Comic Collective, Insurrection Studios e Velocity Anthology.

Christo van Wyk - Escritor que tem contribuído com várias publicações sul-africanas como a Clockworx e a Velocity.

Jason Geland - Também conhecido como Jayson from Jupiter. Além de escritor de quadrinhos, atua como rapper.